Como calcular Juros compostos para investir melhor

8 Flares 8 Flares ×

Ao tomar a decisão de usar seu dinheiro para fazer um investimento em alguma aplicação, muitos não sabem como chegar ao valor final para saber quanto irá receber quando for retirar seu dinheiro e como calcular juros compostos.

Para ajudar a você com esse cálculo iremos demonstrar alguns exemplos de como usar os juros compostos ao seu favor, e o conceito do mesmo.

Neste artigo vai você aprender:

1- O que é ?

2- Fórmula

3- Como calcular?

4- Juros simples x juros compostos

Preparado? Então vamos lá…

O que são os juros compostos?

Curiosidade: “Juro é uma remuneração cobrada pelo empréstimo do dinheiro.” Fonte Wikipédia

Os Juros Compostos são os percentuais cobrados ou pagos em cima de um valor montante que com a soma se obtém um novo montante para cálculo de novos juros a cada período posterior.

Falando mais claramente, seria o valor calculado por uma taxa de juros em cima de algum valor principal, e que a cada período seguinte somando os dois valores anteriores para cálculo de um novo valor de acordo com a taxa estipulada.

Complicado ? Vamos descomplicar mostrando a fórmula e exemplos a seguir.

Fórmula dos juros compostos

A fórmula pode ser deccrita da seguinte forma:

 VF = VP (1 + i) ^ n

Onde:

  • Valor Futuro (em inglês Value future)
  • Valor Presente (em inglês value present)
  • Taxa de juros (em inglês Interest rate)
  • Número de períodos

Essa é a fórmula dos juros compostos, nada de mistério e nada complexo, basta trocar as letras pelos valores e assim obter o resultado no final do cálculo.

Continue conosco, que iremos ensinar como calcular.

Como calcular os juros compostos

Agora é a hora da maravilha dos juros compostos, vamos calcular o quanto você receberia se fizesse um investimento em longo prazo em um período determinado, com uma taxa de juros prefixada e com um valor de aplicação definido.

Vamos supor que você faça uma aplicação de R$20.000,00 (Vinte mil reais), por um período de 10 anos e sua aplicação terá uma taxa de juros de 12% ao ano.

Quanto você receberia ao final desses anos?

Vf = (Será nosso resultado)
Vp = 20.000,00
i = 12%
n = 10

Fórmula: Vf = Vp * (1+i) ^ n

Temos:

Fórmula JC 

Sim, é esse valor que você irá obter ao longo de 10 anos, quando sua aplicação for de 20 mil reais e com essa taxa de juros de 12% ao ano.

Agora imagina quanto irá render caso você decida aplicar um valor superior a esse, ou ainda, você fazer aportes mensais além dos 20mil, ou seja, o rendimento obtido com o cálculo os juros compostos é algo extremamente benéfico ao investidor, basta saber aplica-lo.

 Juros simples x juros compostos

Confira abaixo a fórmula demonstrando a diferença entre o juros simples e juros compostos:

Fórmula juros simples:

VF = VP x ( 1 + i x n )

onde:

  • VF: Valor Futuro (do inglês Future Value)
  • VF: Valor Presente (do inglês Present Value)
  • i: Taxa de juros (do inglês Interest Rate)
  • n: Número de períodos

 

Fórmula juros compostos:

VF = VP x ( 1 + i ) ^ n

onde:

  • VF: Valor Futuro (do inglês Future Value)
  • VP: Valor Presente (do inglês Present Value)
  • i: Taxa de juros (do inglês Interest Rate)
  • n: Número de períodos

 

Diferença entre juros simples e juros compostos

A diferença entre eles é que os juros simples, o número de períodos (n) é multiplicado pela taxa de juros (i), enquanto na fórmula de juros compostos o número de períodos (n) é exponencial.

Confira o exemplo abaixo para você entender melhor:

juros simples x juros compostos

Pelo resultado demonstrado percebemos a diferença nos valores do cálculo dos juros simples para os juros compostos.

Neste caso a fórmula dos juros simples multiplica sempre o valor presente pela taxa de juros (20.000*12%) e em todos os períodos seguintes.

Já os juros compostos ele considera um cálculo um pouco diferente, sendo multiplicados os valores e considerando os juros dos períodos anteriores, exemplo:

1° Período 2.400 (20.000×12%)

2° Período 2.688 (22.400×12%)

E dessa forma seguimos até o último período.

Sendo assim, quando ouvimos falar que os juros compostos são considerados uma das maravilhas do mundo essa é a explicação.

Concluindo

Se pararmos para analisar, quanto maior o tempo em que nosso investimento ficar aplicado, maior será o valor final.

Desta forma, se investimos em uma determinada aplicação hoje e ao invés de resgatar os rendimentos daqui a um ano por exemplo, e deixarmos os juros somar ao capital investido, no próximo ano o valor do rendimento com certeza será maior.

Então não tem mistério ao usar os juros compostos ao seu favor.

Basta apenas investir e deixar por um período de tempo seu investimento aplicado para que renda ainda mais quando você for retirá-lo.

Caso ainda tenha ficado alguma dúvida, não deixe de colocar seu comentário abaixo ou até compartilhar novas ideias conosco.

Aproveite para se cadastrar e receber as novidades do nosso blog e ficar por dentro de tudo o que rola aqui.

Abraços e até a próxima.